quarta-feira, 17 de fevereiro de 2010

Apercebi-me, por fim, que são os nossos sentimentos que marcam a nossa existência.

2 comentários:

minino dos caracois disse...

Louis Pasteur disse: "Quando vejo uma criança, ela inspira-me dois sentimentos: ternura, pelo que é, e respeito pelo que pode vir a ser" é desta igual forma que gosto do teu "ser" criança =)e é assim que me marca a tua existencia.

Totó disse...

**